Adquira a sua certificação antiplágio, fazendo os testes online

Para adquirir a certificação você deve analisar e responder as dez questões apresentadas nesta avaliação, obtendo 100% de aproveitamento. Preencha seus dados e boa sorte!

Nome:

RG:          Instituição:

Nível de ensino:  Básico    Graduação  Especialização  Mestrado  Doutorado


Questão 1

TEXTO ORIGINAL (AUTOR) TEXTO DO ALUNO (REDATOR)

Meu nome é Albert Einstein – disse baixinho. – Trago... bem, trago um trabalho talvez de um filósofo perdido em sofisticações e em teorias incompreensíveis. Ou talvez – sorriu novamente debaixo dos bigodes pretos – ou talvez de um homem que gosta de brincar à custa da física. Assim foi apresentada, trezentos anos depois de Newton, a Teoria da Relatividade Restrita, contendo ainda de quebra a explicação teórica da agitação de partículas minúsculas, como o pólen, no meio de um líquido em completo repouso (movimento browniano); a teoria eletromagnética da luz com um novo conceito, o fóton (partícula de energia a deslocar-se com o movimento ondulatório, o que vinha a explicar o efeito fotoelétrico); e outra teoria deduzindo a célebre equação E = Mc2, identificando matéria (massa) e energia como grandezas de mesma natureza.

Referência
GAROZZO, Filippo. Albert Einstein. São Paulo: Editora Três, 1974. p. 75. (Coleção Os homens que mudaram a humanidade)

A Teoria da Relatividade Restrita foi apresentada por Albert Einstein para publicação com simplicidade e até pode-se presumir, pouca pretensão. Entretanto, naquele texto estavam contidas a explicação teórica da agitação de partículas minúsculas, a teoria eletromagnética da luz e outra teoria deduzindo a célebre equação E = Mc2, identificando matéria (massa) e energia como grandezas de mesma natureza.







Na lista de Referências no final do trabalho do aluno consta:
GAROZZO, Filippo. Albert Einstein. São Paulo: Editora Três, 1974. (Coleção Os homens que mudaram a humanidade)

Plágio direto (cópia literal) Plágio indireto (texto de um autor reescrito pelo redator) Não é plágio
Comentário: O aluno (redator) interpretou e redigiu um texto sobre a primeira parte da fonte consultada e reproduziu literalmente alguns trechos da parte final do texto original. Pequenos trechos copiados devem ser indicados para o leitor com o uso de aspas. Neste caso, também deve ser citado o autor, ano da obra consultada e a página de onde o texto foi copiado. No final do trabalho, a referência (identificação) completa do documento.
Resposta Incorreta
QUESTÃO 2

TEXTO ORIGINAL (AUTOR) TEXTO DO ALUNO (REDATOR)

Uma das características da ciência, que permite organizar, comparar seus enunciados, testar suas verdades, é a existência de um método. A ciência tem um conjunto de procedimentos organizados para obter, compilar, relacionar e testar seus resultados.

Referência:

LUNGARZO, Carlos. O que é ciência. 6. ed. 1. reimp. São Paulo: Brasiliense, 1997. p. 42 (Coleção Primeiros Passos).

Uma das características da ciência é a utilização de um método para se chegar à verdade. O método científico corresponde a uma série de etapas que devem ser seguidas pelo pesquisador durante o processo de investigação.

Plágio direto (cópia literal) Plágio indireto (texto de um autor reescrito pelo redator)
Não é plágio
RESPOSTA CORRETA. Comentário: O conceito e as características gerais da ciência, como por exemplo a busca da verdade e o uso de um método são idéia amplamente divulgadas e conhecidas universalmente, sendo portanto dispensável a citação e a referência quando não se trata de um texto reproduzido literalmente. Contudo, é importante fazer a citação no caso do uso de idéias de autores que discutem o que caracteriza o método científico. Veja a questão seguinte.
Resposta Incorreta
QUESTÃO 3

TEXTO ORIGINAL (AUTOR)

TEXTO DO ALUNO (REDATOR)

O método é atividade pensante e consciente. O método, dizia Descartes, é a arte de guiar a razão nas ciências. Acrescentemos: é a arte de guiar a ciência na razão. Uma scienza nuova, que já não está ligada a um ethos de manipulação e de persuasão, implica outro método: de pilotagem, de articulação. A maneira de pensar complexa prolonga-se em maneira de agir complexa. [...] O pensamento complexo conduz a outra maneira de agir, outra maneira de ser.

Referência:

MORIN, Edgar. Ciência com Consciência. 4. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000. p. 339.

Para uma ciência nova, é preciso pensar em um método novo, que permita a articulação do pensamento de modo complexo e integrado.

Plágio direto (cópia literal) Plágio indireto (texto de um autor reescrito pelo redator)
Não é plágio

RESPOSTA CORRETA. Comentário: a concepção de método científico proposto por Edgar Morin representa uma ruptura com o conceito convencional, fundamentando-se nos pressupostos apresentados pelo autor em sua Teoria da Complexidade. Portanto, referir-se ao método científico deste modo específico requer necessariamente a identificação do autor que o propõe.
Resposta Incorreta
QUESTÃO 4

TEXTO ORIGINAL (AUTOR)

TEXTO DO ALUNO (REDATOR)

É certo que o conhecimento do senso comum tende a ser um conhecimento mistificado e mistificador mas, apesar disso e apesar de ser conservador, tem uma dimensão utópica e libertadora que pode ser ampliada através do diálogo com o conhecimento científico.


Referência

SANTOS, Boaventura de Souza. Um discurso sobre as ciências. 7. ed. Porto: Afrontamento, 1995. p. 21
A aprendizagem da ciência é um processo de desenvolvimento progressivo do senso comum. Só podemos ensinar e aprender partindo do senso comum de que o aprendiz dispõe.

Referência:

ALVES, Rubem. Filosofia da Ciência: Introdução ao jogo e as suas regras. 7. ed. São Paulo:  Loyola, 2003.  p. 12.

Apesar de o senso comum ser uma forma de conhecimento com características diferentes da ciência, pode-se reconhecer que a sua visão de mundo utópica e libertadora podem ser pontos de partida para o desenvolvimento da aprendizagem científica. (SANTOS, 1995; ALVES, 2003)

Na lista de Referências no final do trabalho do aluno consta:
ALVES, Rubem. Filosofia da Ciência: Introdução ao jogo e as suas regras. 7. ed. São Paulo:  Loyola, 2003.
SANTOS, Boaventura de Souza. Um discurso sobre as ciências. 7. ed. Porto: Afrontamento, 1995.

Plágio direto (cópia literal) Plágio indireto (texto de um autor reescrito pelo redator)
Não é plágio

RESPOSTA CORRETA. Comentário: o texto desenvolvido pelo aluno é uma síntese das idéias apresentadas por outros dois autores que são citados e identificados nas referências. A indicação do número da página de onde as idéias foram extraídas, no caso de citação indireta, é facultativa de acordo com a norma que trata da elaboração de citações, número 10520, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).
Resposta Incorreta
QUESTÃO 5

TEXTO ORIGINAL (AUTOR)

TEXTO DO ALUNO (REDATOR)

Toda a história da humanidade constitui-se em um monótono desenrolar de atitudes irracionais que ocorrem tanto em nível interindividual quanto entre nações. Mas se existe uma instituição que contribuiu de maneira decisiva para o aumento do bem-estar de todos, esta instituição é a ciência. É necessário, portanto, que todos procurem visualizá-la não como elitista e distante, mas a incorporem no seu dia a dia.

Referência

SALZANO, Francisco Mauro. Ciência para que(m)? In: WERTHEIN, Jorge; CUNHA, Célio da (Orgs.). Ensino de Ciências e desenvolvimento: o que pensam os cientistas. 2 ed. Brasília: UNESCO, Instituto Sangari, 2009. p.120

De acordo com Salzano (2009, p. 120) Tanto em relação às pessoas quanto às nações, é possível verificar no decorrer da história a perene irracionalidade. Contudo, apesar da ciência ser considerada elitista e distante, é preciso incorporá-la no dia a dia, pois se existe uma instituição que contribuiu de maneira decisiva para o aumento do bem-estar de todos, esta instituição é a ciência.

Referência

SALZANO, Francisco Mauro. Ciência para que(m)? In: WERTHEIN, Jorge; CUNHA, Célio da (Orgs.). Ensino de Ciências e desenvolvimento: o que pensam os cientistas. 2 ed. Brasília: UNESCO, Instituto Sangari, 2009.

Plágio direto (cópia literal) Plágio indireto (texto de um autor reescrito pelo redator)
Não é plágio

RESPOSTA CORRETA. Comentário: Apesar da fonte consultada ter sido utilizada com as próprias palavras do redator e o autor original ter sido citado no início texto, uma parte do texto elaborado foi reproduzido literalmente do texto original sem a indicação disso com o uso de aspas o que configura plágio.
Resposta Incorreta
QUESTÃO 6

TEXTO ORIGINAL (AUTOR)

TEXTO DO ALUNO (REDATOR)

Conhecimento científico é conhecimento provado. As teorias científicas são derivadas de maneira rigorosa da obtenção dos dados da experiência adquiridos por observação e experimentação. A ciência é baseada no que podemos ver, ouvir, tocar, etc. Opiniões ou preferências pessoais e suposições especulativas não têm lugar na ciência. A ciência é objetiva. O conhecimento científico é conhecimento confiável porque é conhecimento provado objetivamente.

Referência

CHALMERS, Alan F. O que é ciência afinal? São Paulo: Brasiliense, 1993.

Para que o conhecimento obtido por meio das experiências sensoriais (visão, audição, tato, etc.) seja reconhecido como científico é necessário que seja provado. Esta objetividade implica no fato de que opiniões ou preferências pessoais e suposições especulativas não têm lugar na ciência.

Plágio direto (cópia literal) Plágio indireto (texto de um autor reescrito pelo redator)
Não é plágio

RESPOSTA CORRETA. Comentário: O texto original apresenta um conteúdo universalmente conhecido, o que dispensa o uso de citação e referência de autoria. Entretanto, o texto elaborado pelo redator reproduziu literalmente um trecho do texto do autor consultado sem identificá-lo.
Resposta Incorreta
QUESTÃO 7

TEXTO ORIGINAL (AUTOR)

TEXTO DO ALUNO (REDATOR)

Para que a empresa seja socialmente responsável, deve incluir em suas políticas objetivos e compromissos que envolvam desde a utilização de materiais que não agridam o meio ambiente até a preocupação com o ser humano, seja ele integrante de seu público interno, pertencente à comunidade ou ao público consumidor de seus produtos e serviços. Suas ações devem contemplar, também, o investimento cultural.

Referência

COELHO, Marcio. A essência da administração: conceitos introdutórios. São Paulo: Saraiva, 2008. p. 245

Entre os objetivos e compromissos adotados por empresas socialmente responsáveis estão a utilização de materiais que não agridam o meio ambiente, bem como a preocupação com as pessoas, sejam elas da comunidade interna ou do público consumidor.



Na lista de Referências no final do trabalho do aluno consta:

COELHO, Marcio. A essência da administração: conceitos introdutórios. São Paulo: Saraiva, 2008. p. 245.

Plágio direto (cópia literal) Plágio indireto (texto de um autor reescrito pelo redator)
Não é plágio

RESPOSTA CORRETA. Comentário: O aluno elaborou uma citação indireta. O texto foi redigido com as palavras do aluno, mas a idéia contida é apresentada por outro autor. Embora o aluno tenha colocado a identificação do autor na lista de referência, isto não é suficiente pois o autor deve ser indicado no próprio texto, por exemplo no final: (COELHO, 2008).
Resposta Incorreta
QUESTÃO 8

Um estudante está elaborando seu Trabalho de Conclusão de Curso e ao consultar o livro “A essência da administração: conceitos introdutórios”, escrito por Márcio Coelho (publicado pela editora Saraiva em 2008), encontra na página 56 o seguinte texto:
                                  Tudo isso nos leva a perceber que o planejamento também envolve o desenvolvimento de uma
                                  hierarquia de planos abrangente para integrar e coordenar as atividades.

                                  Assim, se juntarmos tudo o que foi feito até aqui, chegamos à seguinte definição de
                                  planejamento: “É a atividade de definir as metas das organizações, estabelecer uma estratégia
                                  para alcançar essas metas e desenvolver uma hierarquia de planos abrangente para integrar e
                                  coordenar as atividades afins” (ROBBINS, 2000, p. 116).

O estudante decide então utilizar a definição de planejamento, que está entre aspas, reproduzindo-a literalmente em seu trabalho. Como a citação deve ser elaborada para que não ocorra plágio?
Deve reproduzir o texto da citação entre aspas e no final acrescentar (ROBBINS, 2000, p. 116) Pode escrever o texto da definição com as próprias palavras, mantendo a idéia do autor mas
      acrescentando no final (ROBBINS, 2000, p. 116 apud COELHO, 2008, p. 56). As obras devem ser
      listadas nas referências. Deve reproduzir o texto da citação entre aspas e no final acrescentar (ROBBINS, 2000, p. 116)

RESPOSTA CORRETA. Comentário: O conceito e as características gerais da ciência, como por exemplo a busca da verdade e o uso de um método são idéia amplamente divulgadas e conhecidas universalmente, sendo portanto dispensável a citação e a referência quando não se trata de um texto reproduzido literalmente. Contudo, é importante fazer a citação no caso do uso de idéias de autores que discutem o que caracteriza o método científico. Veja a questão seguinte.
Resposta Incorreta
QUESTÃO 9

TEXTO ORIGINAL (AUTOR)

TEXTO DO ALUNO (REDATOR)

Habituados à atividade de transcrição, os universitários não
desenvolveram a consciência de autoria. Foram vítimas, de
acordo com Pécora (2002) e Geraldi (2003), de um discurso
docente que orientou o que se deve dizer, como também que a
transcrição acrítica de textos é válida, garantindo uma
padronização da aprendizagem pela internalização de modelos
de estrutura fixa, condicionando o educando a não ser autor dos
próprios textos, mas a reproduzir o já dito. Nossos universitários reproduzem textos (PÉCORA, 2002, p. 15).

Referência

OLIVEIRA, Marta Melo de. Plágio na constituição de autoria:
análise da produção acadêmica de resenhas e resumos
publicados na internet. 2007. 150 f. Dissertação (Mestrado em
Letras) – Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo,
2007. Disponível em: <http://mx.mackenzie.com.br/tede/tde_busca/arquivo.php?cod
Arquivo=289> Acesso em: 17 nov. 2009.

O aluno universitário comete plágio porque não desenvolveu a capacidade de autoria, o que pode ser explicado pelo fato de ter sido ensinado na educação básica a apresentar transcrições como forma de realização de trabalhos escolares. (PÉCORA, 2002; GERALDI, 2003).

Plágio direto (cópia literal) Plágio de fonte
Não é plágio

RESPOSTA CORRETA. Comentário: Aparentemente não há nada errado no texto elaborado. Entretanto, as fontes citadas não foram consultadas diretamente pelo redator, mas obtidas através de terceiro (PÉCORA, 2002; GERALDI, 2003). Neste caso, o redator pode usar as fontes, porém deve deixar claro para o leitor como a informação foi obtida, fazendo a citação desta maneira, por exemplo: (PÉCORA, 2002; GERALDI, 2003 apud OLIVEIRA, 2007. p. 44)
Resposta Incorreta
Resposta Incorreta
QUESTÃO 10

TEXTO ORIGINAL (AUTOR) TEXTO ORIGINAL (MESMO AUTOR)

A partir dos resultados encontrados, também fica enfatizada a necessidade de dar maior importância aos aspectos formativos relacionados ao assunto. Fachini e Domingues (2008) observaram que o que se sabe sobre plágio é pouco, e o conhecimento demonstrado pelo estudante sobre o assunto independe do fato dele ter cursado a disciplina de Metodologia da Pesquisa. Entretanto, o que cabe afirmar é que do ponto de vista preventivo, embora ações de informação e capacitação sejam importantes, o que parece ser fundamental na mudança de atitudes é a abordagem formativa, que em geral tem se apresentado pouco explorada.

Referência

KROKOSCZ, Marcelo. Abordagem do plágio nas melhores universidades dos cinco continentes e do Brasil. 2009.

Do ponto de vista preventivo, embora ações de informação e capacitação sejam importantes, o que parece ser fundamental na mudança de atitudes é a abordagem formativa, que em geral tem se apresentado pouco explorada, pois Fachini e Domingues (2008) observaram que o que se sabe sobre plágio é pouco, e o conhecimento demonstrado pelo estudante sobre o assunto independe do fato dele ter cursado a disciplina de Metodologia da Pesquisa.




Referência

KROKOSCZ, Marcelo. Abordagem do plágio nas melhores universidades dos cinco continentes e do Brasil. 2009.

Plágio direto (cópia literal) Plágio indireto (texto de um autor reescrito pelo redator)
Autoplágio
RESPOSTA CORRETA. Comentário: Trabalhos acadêmicos realizados pelo mesmo autor, mas são submetidos a integralmente à avaliação em disciplinas diferentes ou publicados na íntegra ou com pequenas modificações em periódicos diferentes configuram autoplágio, isto é, quando o próprio autor reapropria-se de obra própria em situações parecidas porém com objetivos diferentes do original.